Início / NOTÍCIAS / CREDEQ adere ao Programa Nacional de Controle do Tabagismo

CREDEQ adere ao Programa Nacional de Controle do Tabagismo


22 outubro 2020

O Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy) participou do módulo tratamento do Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT), com o intuito em capacitar seus profissionais, para a implantação do Programa de Cessação do Tabagismo ao Programa Terapêutico na Internação e no Ambulatório.

Com essa presença, o CREDEQ – Prof. Jamil Issy se torna integrante da Rede Nacional e Mundial de combate ao uso do tabaco. O Programa Nacional de Controle do Tabagismo consiste em ajudar os participantes a deixarem de fumar, fornecendo-lhes todas as informações e estratégias necessárias para direcionar seus próprios esforços nesse sentido, com a ajuda de uma abordagem ativa de uma equipe multidisciplinar.

Essa formação é oferecida pela Coordenação Estadual do Programa de Controle do Tabagismo / Instituto Nacional de Câncer (INCA), órgão do Ministério da Saúde responsável pela Política Nacional de Atenção Oncológica e pela articulação e implementação do Programa Nacional de Controle do Tabagismo.

Renovação

Desde dezembro de 2018, o CREDEQ – Prof. Jamil Issy desenvolve o Programa de Controle do Tabagismo, do Ministério da Saúde. A coordenação do programa na unidade de saúde está a cargo do Departamento de Reinserção Social. Esse programa foi suspenso, no início da pandemia do novo Coronavirus (Covid-19), em março de 2020. Pelo programa, caso o paciente se dispusesse a participar do programa, teriam orientações técnicas de como parar de fumar, palestras sobre malefícios do cigarro, avaliação com nutricionista, dentista, medicação preconizada pelo Manual do Tabagismo, acompanhamento de profissionais e reuniões em grupo. O tratamento tinha duração de seis meses.

Os grupos eram coordenados por profissionais da unidade, além de contarem com a participação de convidados. Após a 4º reunião, os pacientes passavam por consulta médica mensal e tinham acesso aos medicamentos e adesivos de nicotina. Os grupos eram instrumento importantes para a cessação ao tabagismo e redução de doenças crônicas.

Tabagismo

O cigarro, de acordo com estudos e autoridades médicas, além de fazer mal à saúde dos pulmões e estar relacionado ao desenvolvimento de câncer, é um dos maiores inimigos da saúde do coração. As substâncias presentes no cigarro favorecem o acúmulo de placas nos vasos sanguíneos e interferem no mecanismo de contração e relaxamento do sistema circulatório, o que aumenta muito o risco de doenças cardiovasculares, como hipertensão, infarto e Acidente Vascular Cerebral.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

28 fevereiro 2024

Pets Abandonados Nas Proximidades do CRESM Estão Disponíveis Para Adoção

27 fevereiro 2024

Departamento de Recursos Humanos promove palestra Sobre Relacionamento Interpessoal

23 fevereiro 2024

CIPA Apresenta Seus Novos Integrantes

20 fevereiro 2024

Colaboradores Recebem Capacitação Sobre Biossegurança

Prestação de Contas

Acessar

Fale conosco
Ouvidoria

Acessar

Compliance

Acessar

Acesso à Informação Organizações sociais

Acessar
plugins premium WordPress